Uma Visão Realista do Vampirismo

Inkubus King

Os Ancestrais

Somos antigos. Nossa família tem milênios, nossos segredos são profundos. E são revelados, conforme a lealdade e a ligação que fortalecemos quando comungamos com Eles. São Vampiros Antigos que vivem numa outra realidade Astral. Eles são Deuses, que se alimentam da Humanidade e usam seu poder sobre os humanos.

Os Ancestrais são, e sempre serão, e sempre estarão entre nós. O Vampiro que se alinha com eles aprende diretamente a sua magia, seus ensinamentos, e quando falecer, se une a Eles.

Para o Vampiro, ver os Ancestrais como parte do caminho, mas não o caminho em si é fundamental. Muito alem daquilo que os humanos crêem no ‘invisível’, Eles aparecem.

Eles se materializam. Os deuses antigos se unem aos vampiros vivos e os guiam em sua jornada. Seu preço é a lealdade e o segredo. Seu beneficio é a força e o conhecimento.

Uma transformação do seu Ser é um pilar no Vampirismo. E Eles sustentam esse pilar.

Os procure na escuridão. Os procure no deserto, numa praia vazia, em algum lugar aberto, para entrar em contato inicial, e em um quarto fechado mais adiante.

Os procure, depois Eles irão atrás de você.

A Mente Vampírica

O Vampiro deve manter-se calmo, e ele procura estar assim. Mantendo-se calmo, ele retém a força vital e ajuda ela se acumular dentro de si. Alem do fato da maior parte dos humanos agirem emocionalmente, o que os levam ao fracasso em maior parte de suas ações.

Os vampiros buscam se tornar uma fortaleza mental e emocional.

Preste atenção nas suas palavras, nas suas atitudes, na sua expressão. No inicio é complicado, mas aos poucos se torna inconsciente. Você se corrige o tempo todo e acaba se aperfeiçoando.

Utilize de auto-sugestões, abuse delas para doutrinar sua mente, incitar e manter novos hábitos, atitudes, visões. Utilize de tudo que aqui contem.

O Vampiro é reconhecido pela mente. Não por fangs, roupas e afins. É a nossa mente, a nossa consciência, que deve ser mudada. Ela é a Base de tudo. Não se apegue a aparências, nem á ‘Lestat’ fantásticos da Web. Sua mente, seu espírito, que é a base real de tudo.

Se ele não for mudado, você será um Drácula de carnaval.

Para tal, praticas vão ser apresentadas, para que o iniciante adquira autocontrole e força interior.

Como diz no Chi Chung:

"O espírito controla a mente, A mente comanda a energia E a energia gera a força."

Pratique isso diariamente.

Meditação

Sente-se e preste atenção na sua respiração. Fique de coluna ereta, não apoiada em nada. Concentre total atenção na sua respiração. Isso acalmará seu espírito, fortalecerá sua mente, e tua saúde física será beneficiada.

Conforme o progresso nesses exercícios, você se sentirá mais disposto, e mais calmo, cada dia melhor consigo e com o mundo. Você também começará a acumular mais energia e assim beneficiando teu corpo físico.

Facilitará também a projeção astral mais adiante, os sonhos lúcidos, sua concentração, disciplina, beneficiará sua sensibilidade física e astral, o ajudará na comunicação por telepatia com os Deuses Antigos. Mais adiante, na Fusão do seu Astral com O Deles.

Mas isso fica alem deste tomo.

A Força Vital

O vampiro se alimenta da força vital, e como já foi explicado isso o beneficia de muitas maneiras. Essa força, vigor, vitalidade, vida, nos dá e nos mantém cada vez melhores.

Os vampiros antigos se alimentavam se sangue humano. Comiam a carne humana. O Canibalismo foi amplamente praticado em diversas culturas, e o ato de comer a carne do inimigo, de beber o sangue do mesmo era igual á fundir a força dele em si. Isso é a mais clara forma de vampirismo em nossa história.

Conforme a evolução do rebanho humano, o vampiro também evoluiu, de suas praticas rústicas, ele percebeu que poderia retirar a vida humana pelo respirar.

É uma técnica simples aonde ele inala a energia vital do humano junto com o ar.

Em seu livro, Psychic Vampire Codex, Michelle Belanger apresenta uma técnica;

“Nós atraímos energia no respirar: esta é uma técnica controlada de respiração que usa muito mais que nossos pulmões. Até mesmo quando o foco primário é nossas mãos ou, se nosso objetivo é esta afastado fisicamente de nós, esta respiração ajuda a focalizar nossa entrada de energia. É uma inalação lenta, contínua, quase como fumar um cigarro. Se feito corretamente, parecerá que você está inspirando além da capacidade de seus pulmões. Como a respiração, a energia é drenada, enquanto nos enchemos de vida e vitalidade. Você sentirá, como uma pressa, esparramada por você, enquanto formigando até seus dedos das mãos e dos pés.” Conforme a pratica, fica mais e mais simples o vampiro retirar a força vital humana. Conforme a pratica da meditação ele vai acumulando mais força dentro de si, e, portanto melhorando sua saúde física, e se desenvolvendo astralmente também.

O Contato se inicia pelo toque ou visão, aonde o vampiro, se desenvolve com o tempo. O Vampiro se torna cada vez melhor na retirada de força vital, e amplia sua própria saúde e sua força física.

Mais adiante o vampiro aprenderá outras formas de retirar a energia vital.

Bom, terminando, em alguns ditos grupos de vampiros falidos energeticamente, costuma-se dizer que drenar força vital, causa dependência. E eles só drenam, pois ‘nasceram dessa raça e despertaram, e se sentem fracos por isso se alimentam de força vital’.

Isso é tolice, e uma exacerbação de fraqueza.

“A ação do tempo envelhece a matéria, tornando a realidade da morte cada vez mais próxima; o objetivo do vampiro é conseguir vencer esse círculo tomando a energia de outros, para preservar sua beleza física e aumentar seus dotes intelectuais, aumentando o fascínio que as outras pessoas terão por ele.” (Paulo Coelho & Nelson Jr., Manual Prático do Vampirismo)

Parte III